30 de abr de 2012

Legião de Iluminados


O Sol, o Astro Rei. Seu volume é 1.300.000 vezes maior que o do nosso planeta. Que gigante ele é! Todos os outros corpos do sistema solar giram em torno dessa Estrela. A distância entre o Sol e a Terra é de 150 milhões de km, sendo que sua luz chega até nós em apenas 8 minutos e 18 segundos – que veloz! – e é indispensável pra manutenção da vida, sendo responsável pela permanência da água no estado líquido, condição que permite a nossa sobrevivência.  E, produz o oxigênio, o ar que respiramos.

Renato Russo cantou: “Quando o sol bater na janela do teu quarto lembra e vê que o caminho é um só.” E não é pra menos que a profecia de Malaquias 4: 2 fala que o Sol da Justiça nasceria para os justos, trazendo a cura em suas asas e fazendo com que as pessoas celebrassem de alegria. O vocalista da Legião Urbana continua o seu canto: “... até bem pouco tempo atrás, poderíamos mudar o mundo. Quem roubou nossa coragem?”

Anos antes, os judeus sob a liderança de Esdras e Neemias, tiveram a permissão do rei persa para reconstruir os muros de Jerusalém e o seu Templo, devastados quando os babilônios tomaram a cidade. Houve uma reforma social, religiosa e moral, e a alegria foi devolvida aos judeus. Mas passou-se o tempo e essa alegria foi tomada de assalto, e mais uma vez havia degradação entre o povo de Judá. Quem roubou? Quem colocou a dor no lugar do riso?

O ladrão que rouba, mata e destrói (João 10:10) trabalha incansavelmente para ver uma humanidade decadente e dolorida, mas Deus enviou Jesus com o “desejo de não sentirmos dor”, doeu n’Ele para que fôssemos libertos e curados. Eis o nosso Sol da Justiça. Lembra e vê que Ele é o Caminho, a Verdade e a Vida (João 14:6). Pegue a estrada e siga pelo caminho de luz, junto com uma galera que saiu das trevas e hoje participa de uma legião de iluminados, estão indo ao encontro do Astro Rei, do Cristo Salvador. O ladrão não pode mais impedi-los...




2 comentários:

  1. Adoooooro essa músia.
    Ela é importante pra mim.
    Gostei muito de conhecer mais uma interpretação sobre essa música.

    ResponderExcluir